Cuidados com a saúde do colaborador no inverno
Gestão de Saúde

Com a chegada do inverno, é preciso redobrar os cuidados com a saúde do colaborador. As mudanças drásticas de temperatura e a baixa umidade do ar, é muito comum o crescimento de casos de problemas respiratórios como gripes e resfriados, entre outras complicações.

Cuidar da saúde dos colaboradores deve ser uma prioridade para o setor de Recursos Humanos o ano inteiro, porém, o inverno requer alguns cuidados extras. Isso, porque, quando as pessoas estão saudáveis, conseguem trabalhar com mais produtividade e evitar problemas que levem a absenteísmo e afastamento do trabalho.

O frio gera algumas mudanças nos hábitos do dia a dia, com as pessoas buscando maior conforto em meio as baixas temperaturas. Uma delas, e talvez uma das mais perigosas, é tendência de manter os ambientes fechados e sem ventilação.

Cenário que favorece o desenvolvimento de fungos e também a disseminação de vírus e bactérias, sendo os principais agentes responsáveis pelas doenças nesse período.

Outro grande problema de ambientes de frio extremo é a contração dos vasos sanguíneos. Gerando, além da perda de calor, a redução da circulação sanguínea pelo corpo, principalmente nas extremidades.

A vasoconstrição ocorre para evitar a perda excessiva de calor e manter a temperatura corporal estável. Porém, a falta de proteção adequada às baixas temperaturas pode fazer com que o fenômeno seja tão intenso a ponto de impedir a circulação normal do sangue em determinadas regiões.

Essas micro lesões causadas pelo frio, se não forem tratadas, podem virar úlceras na pele e, em casos extremos, causar à gangrena da parte afetada. Diante desses possíveis problemas, é fundamental que o RH promova ações para garantir mais bem-estar aos seus times.

 

Promoção de saúde no trabalho

Além do risco de mortalidade, as doenças de inverno podem impactar também os resultados do negócio. Visto que, pessoas doentes produzem menos e, muitas vezes, acabam precisando tirar licença médica. Portanto, gripes e resfriados fortes podem causar prejuízos para as empresas, além de para o próprio colaborador.

Neste caso, é fundamental que seja realizado um trabalho de prevenção da saúde do colaborador. Investir em campanhas internas de vacinação e incentivo aos hábitos de prevenção são medidas importantes. O colaborador vacinado bloqueia a transmissão da doença, protegendo toda a sua comunidade. ​

Além disso, a realização de um programa de imunização na empresa, irá garantir maior segurança e satisfação por parte dos profissionais. A ação é considerada pelas pessoas como um benefício extra ofertado pela empresa.

Essa campanha de vacinação precisa ser repetida todos os anos, os subtipos dos vírus da gripe que serão incluídos no imunizante mudam. Os diferentes causadores dessa infecção circulam pelo mundo e sofrem mutações com frequência, por isso, a OMS (Organização Mundial da Saúde) define, anualmente, a composição da vacina.

 

Hábitos no ambiente de trabalho

Pode parecer bobagem, mas instruir os colaboradores como agir, em relação à proteção da própria saúde no ambiente organizacional, pode evitar diversos problemas. Muitas vezes, este adoecimento pode estar diretamente ligado a isso.

Por exemplo, um ciclo de resfriados no escritório pode estar ocorrendo por simples falta de cuidados e higienização. Por falta de ações simples, como a lavagem das mãos e cobertura da boca ao espirrar e tossir. Por isso, é imprescindível conscientizar as equipes para manter os cuidados básicos e melhorar os hábitos internos.

Além disso, é importante treinar as equipes que atuam em áreas externas, enfatizando a necessidade da hidratação, o uso de roupas adequadas para proteção do frio e a aplicação de filtro solar, mesmo em dias nublados.

 

Conscientização de cuidados com a saúde

É interessante também, conscientizar os colaboradores a respeito dos demais hábitos do dia a dia, como alimentação e atividade física. Neste período, é essencial a ingestão de alimentos fonte de vitaminas e minerais. Legumes, hortaliças e frutas, são alimentos adequados para o inverno, principalmente os ricos em vitamina C.

Um erro extremamente comum no inverno é diminuir a ingestão de água. É muito importante manter o consumo de líquidos, conservando desta maneira a hidratação do organismo, que naturalmente fica vulnerável devido ao clima.

O exercício físico é outro estimulo que precisa ser mantido mesmo em dias mais frios. A atividade física diminui a tensão das fibras musculares e aumenta a circulação sanguínea, ambos fatores prejudicados no dia a dia pelo clima frio.

 

Gestão de saúde

Oferecer um plano de saúde para seus colaboradores não vai resolver os desafios de saúde da empresa. É necessário acompanhar os dados de uso dos serviços, para ter informações que possam embasar ações para melhorar a saúde dos times.

Por meio da consultoria em Gestão de Saúde, a Magicel realiza o diagnóstico e o acompanhamento detalhado dos relatórios sobre o quadro de saúde da sua companhia. A partir disso, desenvolve ações informativas com os temas relacionados aos dados epidemiológicos levantados.

A Magicel possui uma qualificada área técnica composta por médicos e enfermeiras que estão à disposição para discutir, apresentar e resolver assuntos técnicos conforme a necessidade de cada cliente. Esse apoio é relevante para conseguir planejar, executar e mensurar as atividades de saúde com mais facilidade e sucesso.

Entre em contato e conheça nossa solução em Gestão de Saúde.

 

Newsletter

Receba os melhores materiais de consultoria empresarial do mercado! Se inscreva agora!

Conheça a
Gestão de Saúde

Melhore a saúde do seu negócio

Conheça a Gestão de Saúde

Melhore a saúde do seu negócio. 

Conheça a Gestão de Saúde