Como implementar Benefícios Flexíveis
Artigo | People Solutions

Por: Jorge Cabral – Sócio-Diretor

Quando falamos sobre benefícios corporativos, a flexibilidade está se tornando uma tendência muito forte. A ideia principal da metodologia de benefícios flexíveis é a liberdade do colaborador escolher o pacote de vantagens que melhor atende o seu momento atual de vida.

Em um artigo anterior aqui no blog, expliquei melhor como funciona o sistema de benefícios flexíveis. Vale a leitura para entender como realmente é a metodologia e suas vantagens.

De forma contrária ao pacote fixo tradicional concedido pelas empresas, o benefício flexível favorece a pluralidade e atrai diferentes perfis para o seu time. O que é sempre uma vantagem para os negócios.

O sistema pode ser implementado por empresas de qualquer ramo ou tamanho. Porém, pode ser mais vantajoso para companhias de médio e grande porte, devido à maior quantidade de colaboradores.

Mas, antes de qualquer coisa, é preciso definir alguns pontos para oferecer, com assertividade, benefícios flexíveis.

Entenda as necessidades

Para iniciar o processo de implementação do sistema de benefícios flexíveis, é preciso saber as preferencias do seu time. Assim, a aplicação é feita de maneira mais assertiva. Elabore uma relação com os benefícios que, de fato, são viáveis para a empresa. Solicite que os colaboradores indiquem os que gostariam de ter em seu pacote.

Esse levantamento servirá para traçar os perfis e os principais interesses das pessoas de cada cargo da empresa. É importante saber também fatores como idade, sexo, estado civil e número de dependentes. A pesquisa com as empresas do mesmo segmento pode ajudar nessa definição.

Consulte o jurídico

Durante o mapeamento de desejos e necessidades, o que chamados de estudo de viabilidade, é preciso envolver o jurídico da organização, para garantir que tudo seja feito dentro da legislação vigente. Levando em consideração também os acordos coletivos e/ou convenções coletivas que garantem os direitos dos colaboradores.

Defina os benefícios

Com os dados da pesquisa, escolha grande parte dos benefícios que serão oferecidos conforme a preferência dos colaboradores e que são praticados pelos seus concorrentes. Uma das partes mais complicadas desta fase é montar o pacote de benefícios que, mesmo diferentes, tenham valores equivalentes.

Conversando com o CFO

Com o estudo de viabilidade definido, procure explicar diretamente ao responsável financeiro que o programa pode ser implementado sem qualquer alteração de custos. Todavia, um aporte financeiro, mesmo baixo, pode deixar o pacote ainda mais robusto e atraente aos colaboradores. Eventualmente, a empresa pode inclusive ter saving com a operação.

No próximo artigo, vou falar sobre como operacionalizar o sistema de benefícios flexíveis. Mas, se você está pensando em implementar em sua empresa, entre em contato conosco, será um prazer te ajudar neste processo.

Newsletter

Receba os melhores materiais de consultoria empresarial do mercado! Se inscreva agora!

Conheça o
People Solutions

Otimize tarefas e melhore relacionamentos!

Conheça o People Solutions

Otimize tarefas e melhore relacionamentos!

Conheça o People Solutions